Precisa de ajuda?
Faça aqui a sua pesquisa
Faleceu o «exorcista mais famoso do mundo»
20.09.2016
Faleceu na passada sexta-feira, com 91 anos de idade, o Pe. Gabriele Amorth, sacerdote paulista e exorcista da diocese de Roma. O “mais famoso exorcista do mundo”, como era conhecido, faleceu após várias semanas com complicações pulmonares.


 
Ordenado sacerdote em 1951, desempenhou vários cargos dentro da sociedade paulista, desde formador de noviços a animador de jovens e delegado da província italiana dos paulistas. Além de exercer este ministério na Igreja, o Pe. Amorth foi também jornalista e escritor. Colaborava com diversos órgãos de comunicação social, entre os quais a revista Famiglia Cristiana, a congénere italiana da nossa revista.
 
Mas o ministério que o tornou conhecido em todo o mundo apenas se iniciou na década de 80, em 1985. «Era uma audiência privada com o Cardeal [Poletti]», recorda nos seus escritos, «e o seu discurso era de preocupação para com o estado de saúde do Pe. Candido Amantini, exorcista passionista na Scala Santa que eu conhecia bem, e da necessidade de encontrar alguém que o pudesse ajudar. De seguida, tirou uma folha e começou a escrever a minha nomeação temporária…», contava o sacerdote.


 
Em 1990, fundou a Associação Internacional dos Exorcistas, da qual foi presidente honorário, para «criar momentos de partilha e intercâmbio entre os sacerdotes que exercem esse ministério precioso na Igreja», informa a Sociedade de São Paulo italiana em comunicado. Foi O Pe. Duarte Sousa Lara, o mais conhecido exorcista português, foi um dos alunos do Pe. Amorth. Este sacerdote da diocese de Lamego acompanhou de perto o Pe. Amorth durante mais de uma década, em Roma, e foi com ele que aprendeu e começou este serviço à Igreja em Portugal.
 
Foi autor de inúmeros livros de sucesso, alguns deles traduzidos para português pela PAULUS Editora: Exorcistas e Psiquiatras, Mais fortes que o mal e Novos relatos de um exorcista.
 

Texto: Ricardo Perna (com PAULUS Editora)
Fotos: Sociedade São Paulo
 
Continuar a ler