Precisa de ajuda?
Faça aqui a sua pesquisa
Recorde: Mais de 128 milhões de euros doados à Fundação AIS
29.06.2017
Em 2016, mais de 128 milhões de euros foram arrecadados em todo o mundo para a Fundação AIS – Ajuda à Igreja que Sofre. É um recorde. Foram apoiados mais de 5300 projetos em 148 países. O valor que pessoas de todo o mundo doaram à Fundação AIS subiu em 2016. Em Portugal, aconteceu o mesmo. Os portugueses doaram mais de 3 milhões de euros, o valor mais alto de sempre.


Olhando para os projetos que a organização tem pelo mundo, 27,5% são em África, e 22,6% no Médio Oriente. Em comunicado, a organização revela que esta ajuda tem sido «absolutamente crucial em algumas zonas do globo onde os Cristãos têm estado a ser particularmente atingidos por guerras, violência e terrorismo» e dá o exemplo do Iraque onde «quase 50% da ajuda que chega aos Cristãos é fornecida através da Fundação AIS (Ajuda à Igreja que Sofre)».
 

A Fundação AIS tem ajudado a sobreviver «43 mil sacerdotes em África e na Ásia, assim como quase 11 mil seminaristas em todo o mundo». De acordo com dados fornecidos pela organização, «1 em cada 11 seminaristas no mundo é apoiado diretamente através da Fundação AIS» e 11 mil religiosas também são apoiadas.

Em 2016, com a Campanha da Misericórdia, pedida pelo Papa Francisco, foram lançados projetos no Líbano, na Colômbia, na República Centro-Africana e na Índia. No total, foram «apoiados 1222 projetos de construção e foram entregues 765 meios de transportes a sacerdotes e religiosas, especialmente em África e na Ásia».

Os projetos de construção referem-se a seminários, capelas, igrejas ou catedrais destruídos total ou parcialmente por causa da guerra, atos terroristas ou catástrofes naturais.
 
A Fundação AIS foi fundada em 1947 e é uma organização dependente da Santa Sé.
 
 
Texto: Cláudia Sebastião
Fotos: Fundação AIS

 
 
Continuar a ler