Precisa de ajuda?
Faça aqui a sua pesquisa
Bispo de Viana do Castelo morre em acidente
18.09.2020
O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, de 74 anos, morreu na sequência do despiste do automóvel que conduzia na Autoestrada 2 perto de Almodôvar, no distrito de Beja.

À Agência Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja disse que o alerta para o acidente foi dado às 11h29. Fonte da GNR indicou que o óbito foi declarado no local, tendo o corpo sido encaminhado para o serviço de Medicina Legal do hospital de Beja, e que o homem era o único ocupante do veículo ligeiro de passageiros. O acidente ocorreu ao quilómetro 200 da A2, no sentido sul-norte, entre São Bartolomeu de Messines e Almodôvar.



A diocese de Viana do Castelo apelou à «oração reforçada» e à «serenidade e tranquilidade» dos fiéis na sequência da morte do bispo. Por não poderem estar presentes os fiéis nas cerimónias que hão de decorrer, um comunicado da diocese sublinha que «as circunstâncias excecionais que nos envolvem aconselham-nos […] a uma oração reforçada, assim como à serenidade e tranquilidade próprias de quem coloca o seu coração no Senhor».

A Câmara Municipal de Viana do Castelo decretou dois dias de luto municipal pela morte de D. Anacleto Oliveira. Em comunicado esta sexta-feira enviado às redações, a autarquia refere ter sido «com consternação e pesar» que o presidente da Câmara tomou conhecimento do «trágico acidente que vitimou D. Anacleto Oliveira». O município destaca ainda «a atividade pastoral desenvolvida por D. Anacleto com a publicação de muitos textos, reflexões e cartas pastorais de grande profundidade teológica e de profundo sentido pastoral».

D. Anacleto Oliveira nasceu na diocese de leiria-Fátima. Foi nomeado bispo auxiliar de Lisboa em 2005 e em 2010 chega a Viana do Castelo como bispo da diocese. O prelado assinalou este verão, em agosto, os 10 anos de bispo de Viana do Castelo e os 50 de ordenação sacerdotal. Atualmente, D. Anacleto Oliveira presidia também à Comissão Episcopal Liturgia e Espiritualidade e à Comissão de Tradução da Bíblia para português a partir dos textos originais.

 
Texto: Cláudia Sebastião com Agência Lusa
Continuar a ler