Precisa de ajuda?
Faça aqui a sua pesquisa
JMJ 2023: Papa deseja «encontro fecundo» e pede criatividade
07.03.2022
O Papa Francisco enviou uma mensagem vídeo à JMJ 2023 de Lisboa. Nela, o Sumo Pontífice admite que «não é fácil porque andamos de crise em crise».

 
«Saímos de uma crise pandémica, entramos numa crise económica e agora estamos na crise da guerra, que é um dos piores males que pode acontecer! No meio de todas estas crises, vocês têm de preparar e ajudar para que o evento de agosto de 2023 seja um evento jovem, um evento fresco, um evento com vida, um evento com força, um evento criativo», pede o Papa.

Aos jovens voluntários e «a um ano e alguns meses», Francisco diz-se «a olhar para Portugal, estou a olhar para Lisboa, estou a olhar para Fátima, estou a olhar para o encontro de todos vocês». A todos, pede: «Não vivam dos rendimentos, do que se fez nos outros encontros. Vocês têm de criar o encontro. Se vocês não forem criativos, se vocês não forem poetas, este encontro não vai resultar, não vai ser original, vai ser uma fotocópia de outros encontros. E como dizia o jovem beato italiano [Carlo Acutis]: cada um de nós tem de ser original, não uma fotocópia. E o encontro tem de ser original, com o contributo de todos. Vocês têm de o criar. Animem-se e sigam em frente!»


Vivemos anos de crises, seja com a pandemia, seja agora com o conflito na Ucrânia. O Papa defende que «as crises superam-se juntos, não sós» e desta crise «o desafio que se coloca hoje é para sairmos melhores! E o melhor de vocês é serem criativos: vocês são criativos, poetas! Façam essa poesia da criatividade a olhar para agosto de 2023». Francisco promete oração por todos: «Rezo para que este encontro seja um encontro fecundo. Que cada um de nós saia melhor do que chegou. Peço-lhes, por favor, que rezem por mim, porque eu também preciso que me sustentem com a oração. Que Jesus os abençoe e a Virgem cuide de vocês! Até agosto!»
Texto: Cláudia Sebastião
Continuar a ler