Precisa de ajuda?
Faça aqui a sua pesquisa
Vida Cristã
Os «nãos» do Papa Francisco
05.03.2017
O Papa Francisco, na homilia de Quarta-feira de Cinzas, na Basílica de Santa Sabina, no Monte Aventino, em Roma, afirmou que a Quaresma é um tempo para dizer «não». À primeira vista parece algo fora de contexto. Mas ao prestar atenção àquilo a que o Papa pede que digamos não, conseguimos perceber que estas renúncias são especialmente apropriadas para este tempo quaresmal.

Segundo o Papa é preciso: 

- dizer não «à asfixia do espírito pela poluição causada pela indiferença, pela negligência de pensar que a vida do outro não me diz respeito»; 

- dizer não «a toda a tentativa de banalizar a vida, especialmente a daqueles que carregam na sua própria carne o peso de tanta superficialidade»; 

- dizer não «à poluição intoxicante das palavras vazias e sem sentido, da crítica grosseira e superficial, das análises simplistas que não conseguem abraçar a complexidade dos problemas humanos, especialmente os problemas de quem mais sofre»;

- dizer não «à asfixia de uma oração que nos tranquilize a consciência, de uma esmola que nos deixe satisfeitos, de um jejum que nos faça sentir bem»; 

- dizer não «à asfixia que nasce de intimismos que excluem, que querem chegar a Deus esquivando-se das chagas de Cristo presentes nas chagas dos seus irmãos: espiritualidades que reduzem a fé a culturas de gueto e exclusão». 

Texto: Alexandre Jardim
Continuar a ler